Agora...

00:00:00

terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Bochófilos de Nova Pádua lamentam a perda do atleta e amigo Silvino Lusa, o “Bina”

Nos últimos dois anos, os bochófilos de Nova Pádua se despediram de três desportistas da modalidade. Em abril de 2016, a perda de Eloi Alessi e no mês de maio do ano passado de Laurindo Morandi. Ontem, os apreciadores do esporte foram surpreendidos com o falecimento de Silvino Lusa, o “Bina”, com 56 anos de idade, que há muitos anos atuava pela equipe do Curuzu.

Se perguntássemos quem era o Silvino, poucas pessoas saibam, mas pelo apelido de “Bina”, todos conheciam e lembram o amigo e atleta que estava sempre de bom humor e contagiava a todos que estivessem ao seu lado. 

Em virtude da saída de alguns jogadores, em 2018, Silvino tornou-se titular do Curuzu na disputa do Municipal e o Integração de Bochas. Para o capitão Cleomar Alessi, “Bina” sempre foi muito querido por todos os companheiros de equipe e por toda a comunidade. “A sociedade de bochas do Curuzu perdeu um atleta, mas acima de tudo, um amigo”, resume Alessi.

Num dos jogos em que eu estava presente na cancha do Curuzu para fazer algumas fotos para o Blog Piccolo Esportivo, "Bina" foi escalado para jogar. Na oportunidade em que marcava pontos, Bina olhava pra mim e pedia em voz alta: “Maicon, bati foto adesso”, e claro, era motivo de gargalhadas. 

Mensagem: 
A morte de Silvino rouba-nos o passado e apaga o futuro; 
Perdemos o melhor de nós mesmos; 
Os planos e as boas intenções perdem o sentido; 
Parece que recomeçamos do zero, derrotados;
Mas fica a saudade dos momentos alegres; 
Do seu jeito irreverente; 
Do sorriso no rosto; 
E o seu bom humor; 
Descanse em paz Silvino Lusa, o “Bina”. 

Por: Maicon Pan

Nenhum comentário:

Postar um comentário