Agora...

00:00:00

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

Pedido antigo dos pilotos florenses, pista de Motocross e Veloterra sai do papel

Desde o início do mês de novembro, a prefeitura de Flores da Cunha está realizando o trabalho de terraplenagem para a construção da pista de Motocross e Veloterra no Parque de Eventos Antônio Dante Oliboni. 

O projeto conta com nove obstáculos ao decorrer do percurso que tem o total de 1.116 metros, com 8 metros de largura no decorrer do traçado e 7 metros de largura para os pulos. Um dos maiores saltos da pista tem o comprimento médio de 60 metros e altura de 9 metros. 

Para a execução do projeto será necessário adicionar uma quantidade de 7.000 m³ de terra ao local, que conta com uma área de cerca de 2 hectares. 

Conforme o Moto Clube Galos da Serra em Flores da Cunha cerca de 300 pilotos participam de campeonatos e levam o nome da cidade para todo o Brasil. Com a construção da pista a intenção é que Flores da Cunha integre o calendário de provas das principais competições regionais e estaduais. 

O projeto prevê ainda área para estacionamento e de lazer, e posteriormente será construída a sede do Moto Clube Galos da Serra, de Flores da Cunha.

O projeto da pista é realizado em parceria da prefeitura de Flores da Cunha, com o Moto Clube Galos da Serra e investidores do segmento, além de voluntários, que realizaram o projeto estrutural e ambiental. 

Texto: Maicon Pan
Fotos: Fabio Casrnesella/Prefeitura de Flores da Cunha

Nenhum comentário:

Postar um comentário