Agora...

00:00:00

quinta-feira, 14 de julho de 2016

HSF e GudPlei decidem o título do futsal

Na noite desta quinta-feira, 14 de julho, foram realizadas as semifinais do 22º Municipal de Futsal de Nova Pádua. HSF e GudPlei venceram e agora fazem a final inédita no próximo dia 22 de julho. 

Na primeira semifinal, a equipe do HSF venceu o Guarani pelo placar de 6 x 1. No 1º tempo de grande atuação, a equipe do HSF abriu 5 x 0, com gols de Jones, Muti, Roger em duas oportunidades e Loco Abreu.

Na segunda etapa, o HSF puxou o freio de mão e o Guarani foi melhor, perdendo boas chances de gol. Aos 13 minutos Brito diminuiu para o Guarani. Aos 18, o goleiro Ronaldo recebeu passe e do meio da quadra chutou forte sem chances para Maurício. 

Com a vitória de 6 x 1, a equipe chega a 3ª final consecutiva e vai em busca do título inédito da competição.

Na outra semifinal, Black Killers e GudPlei fizeram um “jogaço” decidido nas penalidades máximas. Aos 50 segundos, Josu aproveitou o rebote e abriu o placar para o Black Killers. Aos três minutos, Piriquito ganhou a dividida no meio da quadra e chutou forte para fazer 2 x 0. 

Aos nove minutos, Zorzi aproveitou o bate rebate e diminuiu para o GudPlei. Aos 12 minutos Tabakin deixou tudo igual depois do rebote da zaga do Black Killers. Aos 15, Gustavinho ganhou da marcação e acertou o ângulo do goleiro Renato, deixando o Black Killers em vantagem  de 3 x 2.

Na volta do intervalo, o jogo continuou alucinante. Logo aos 4 minutos, o goleiro Renato recebeu a bola da cobrança de tiro de canto e soltou a bomba para deixar tudo igual mais uma vez. Era o 3 x 3 de um jogo que a torcida sequer piscava. Aos 10 minutos, Régis fez bela jogada e chutou forte para deixar o Black Killers na frente do placar. 

Aos 11 minutos, o Black Killers cometeu a 5ª falta. Na cobrança ensaiada, Ricardone chutou cruzado e voltou a empatar para o GudPlei. Não perca a contagem. Era o empate em 4 x 4. Aos 14 minutos, Gustavinho saiu jogando errado. Tabaco rolou paara o irmão Guilherme que tocou na saída de Piriquito para virar o placar para o GudPlei.

Aos 16 minutos e 40 segundos, Josu recebeu na lateral e quase sem ângulo acertou a gaveta do goleiro Renato. Sim, mais uma vez o jogo estava empatado. Agora, pelo placar de 5 x 5. 

Faltando 1 minuto e 30 segundos, Ricardone cobrou tiro livre direto e fez 6 x 5 para o GudPlei. Dez segundos depois, Eliseu aproveitou a indecisão da zaga do GudPlei e empatou o jogo pela última vez. Final de jogo, um 6 x 6 de encher os olhos do torcedor que gosta de futebol.

Com o apito final do árbitro, o segundo finalista foi decidido na cobrança de penalidades, quando brilhou a estrela do goleiro Renato, que defendeu a cobrança do atleta Caxias e teve a responsabilidade de fechar a série e levar o Gud Plei para a final com o placar em 3 x 2. 

Se a semifinal já foi de arrepiar, a torcida esta convidada para assistir a final entre HSF e GudPlei. Uma coisa é certa: Nova Pádua terá um campeão inédito do futsal. 

Por: Maicon Pan

Nenhum comentário:

Postar um comentário