Agora...

00:00:00

quarta-feira, 15 de junho de 2016

Técnico Eder Vanzin anuncia sua saída do Esporte Clube Ferroviário

Na tarde de ontem, o técnico multicampeão pelo Ferroviário, Eder Vanzin, anunciou a saída do comando técnico da equipe do Ferroviário. Eder chegou ao Ferroviário em 2010, quando segundo o treinador passou a viver uma história de comprometimento e vitórias.

No primeiro ano de trabalho, o técnico levou a equipe até a final, mas ficou com o vice. Em 2011, com uma equipe mais modesta, chegou até a semifinal. Para 2012, a direção bancou Eder no cargo e iniciaram os anos de glória. 

Em 2012, o título inédito na final contra o Paranaguá. No ano seguinte o bicampeonato contra o Rosário de Pinto Bandeira. Em 2014, a equipe sagrou-se tricampeã vencendo mais uma vez o Paranaguá. No ano passado, o técnico Eder conduziu o Ferroviário ao tetracampeonato depois um empate e uma vitória contra a equipe do Barracão. 

Neste ano, em mais uma final contra a equipe de Nova Roma do Sul, o Paranaguá evitou que a equipe comandada por Eder conquistasse o penta. Nos seis anos a frente da equipe, disputou sete Libertadores, chegou a seis finais conquistou quatro títulos. “Conheci pessoas que vou levar comigo para o resto da minha vida. Aprendi amar a comunidade do Curuzu e principalmente esse clube”, frisou Vanzin. 

Na tarde de ontem, Eder conversou com o Presidente do Ferroviário, Darci Lusa, anunciando que não seguirá no comando técnico da equipe para 2017. “Hoje é um dos dias mais tristes de sua vida. Não é fácil tomar uma decisão como essa depois de todo o que amadurecimento profissional e pessoal à frente da equipe”, destacou Eder.

O treinador, natural de Farroupilha, disse que sai com o sentimento do dever cumprido, mas chateado por não ter conseguido o 5º título da Copa Libertadores do Nordeste. “Saio com a cabeça erguida e pela porta da frente. Levo comigo os ensinamentos, mas principalmente as amizades verdadeiras que construí”, resume o técnico. 

Eder espera um dia voltar para o clube e realizar alguns objetivos que não se concretizaram. “Do fundo do meu coração, agradeço a torcida, diretoria, a comunidade e jogadores que passaram pela Família Ferroviário”, finalizou Ele.

Técnico Eder na final de 2012
Eder, com o título de 2015




















"Saio com muita dor no meu coração, pois esse clube me deu tudo o que tenho hoje no futebol, além das conquistas pessoais. Será impossível apagar tudo o que ganhei no comando do Ferroviário. Muito obrigado a todos”, despediu-se Eder Vanzin. 

Por: Maicon Pan

Nenhum comentário:

Postar um comentário