Agora...

00:00:00

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Blog alcança a marca de 200 mil acessos

Ontem, 15 de dezembro de 2015, o Blog Piccolo Esportivo alcançou a importante marca de 200 mil acessos. O blog foi criado para levar informação de qualidade aos apreciadores do esporte de Nova Pádua. 

O blog sempre buscou transmitir com responsabilidade um conteúdo que seja diversificado e que deixe nossos leitores atualizados com os principais acontecimentos esportivos de Nova Pádua. 

Agradeço a todos que acompanharam e acessam o blog durante estes quatro anos pela confiança, amizade e pelos acessos, que graças a eles fazem o blog existir. Os leitores são fundamentais na história desse blog. 

História do Blog 
A primeira postagem deste blog foi realizada no dia 03 de agosto de 2011. Até hoje, foram colocadas 909 matérias. De acordo com a plataforma blogger.com, o blog teve acessos em países como Brasil, Estados Unidos, Alemanha, Rússia, Malásia, França, entre outros. 

No ano de 2013, o blog foi tema da minha Monografia intitulada: “Webjornalismo Esportivo e as especificidades determinantes de sua qualidade: Um estudo de caso do Blog Piccolo Esportivo”, que permitiu um amplo e detalhado conhecimento de como fazer jornalismo na web. 

No dia 19 de novembro de 2013 o blog alcançou 100 mil acessos. Um ano e um mês depois atinge a marca de 200 mil acessos, ou seja, uma média de 50 mil acessos por ano ou ainda, 4 mil acessos por mês. 

Os 200 mil acessos são prova do trabalho, reconhecimento e credibilidade, a ponto das pessoas não mais chamarem o diretor do blog pelo nome, mas simplesmente por “piccolo esportivo”. 

Futuro 
Sou muito adepto da frase que diz: “O futuro a Deus pertence”. Na expectativa de novos projetos e planos para minha carreira, a continuidade do blog para 2016 não esta confirmada. 

Neste momento quero agradecer a todas as pessoas que colaboraram com blog. Agradecer as empresas patrocinadoras que acreditaram no trabalho e na capacidade do blog e colaboraram financeiramente.

Boas Festas 
Terminando o ano de 2015, quero deixar aqui os votos de um Feliz e Santo Natal e os desejos de um Próspero e abençoado 2016 com muita saúde, paz e infinitas realizações na vida pessoal e profissional. 

Por: Maicon Pan

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Quando o título é decidido nos pênaltis

A final do 23º Municipal de Futebol de Campo de Nova Pádua foi decidido na cobrança de pênaltis. Depois do 0 x 0 no tempo normal, Cerro Largo e Nova Pádua decidiram o título da marca da cal. 

Pelo Nova Pádua, Ricardone, Duda, Negão e Clademir converteram suas cobranças. Pelo lado do Cerro Largo, Leonado convertu a primeira cobrança, mas Vagner e Max pararam nas mãos do goleiro Ronaldo. 

Quem inventou a decisão por pênaltis em uma partida? 
Karl Wald foi um arbitro de futebol alemão que nasceu em 17 de fevereiro 1917, na cidade de Frankfurt. Ele foi o inventor da decisão de uma partida de futebol através de cobranças de pênaltis em caso de empate. 

Onde ocorreu a primeira decisão? 
A primeira vez que a decisão de pênaltis foi implantada para decidir uma partida de futebol foi na Copa Watney (nome oficial do torneio-Watney Mann Invitation Cup), torneio de futebol realizado na Inglaterra e que era disputado no início das temporadas inglesas. 

Quais foram as equipes que protagonizaram a primeira disputa? 
Na semifinal da Copa Watney de 1970, Hull City e o Manchester United FC. realizaram a primeira disputa de pênaltis da história do futebol. Os Diabos Vermelhos acabaram como vencedores desse duelo. 

Quais foram as maiores longas cobranças de pênaltis na história? Independente do campeonato, uma disputa de pênaltis sempre proporciona suas emoções. As vezes apenas com 6 cobranças podem finalizar um partida, mas em algumas outras erros sucessivos e ou até devido a excesso de cautela dos times podem levar o jogo a um número exagerado de cobranças para um resultado final. 

O maior número de gols e o maior número de cobranças: 
23/01/2005 - 17 x 16 - KK Palace 2 x 2 Civics - 48 cobranças 
20/11/1988 - 20 x 19 - Argentinos Juniors 2 x 2 Racing - 44 cobranças 

Por: Maicon Pan

domingo, 13 de dezembro de 2015

Ferroviário recebe as faixas pelo título da Copa Libertadores do Nordeste

Na manhã de ontem, 12 de dezembro, a equipe do Ferroviário recebeu as faixas de campeão pela conquista do título da 16ª Copa Libertadores do Nordeste Gaúcho. 

Foto: Arthur Dallegrave / Esporte Clube Juventude
Em amistoso contra a equipe profissional do Juventude, a equipe do Ferroviário foi goleada pelo placar de 6 x 1. O destaque da partida foi Brenner, que atuou no segundo tempo e marcou quatro vezes. Augusto e Kayron também balançaram as redes. Gavião marcou para o Ferroviário. 

Antes da partida, os atletas do Ferroviário receberam as faixas dos jogadores do Juventude pela conquista da Libertadores do Nordeste Gaúcho no mês de julho, oportunidade em que consagrou-se tetracampeão. 

Foto: Arthur Dallegrave / Esporte Clube Juventude
Em seu site oficial, o E. C. Juventude parabeniza o Ferroviário e toda a comunidade do Travessão Curuzu pela estrutura e pela seriedade com que conduz a prática do futebol amador. 

Ao final do jogo, toda a delegação alviverde foi convidada para um almoço de confraternização no salão da comunidade. 

Por: Maicon Pan

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Nova Pádua recebe a premiação oficial do feminino de bochas

A entrega simbólica foi realizada no dia 21 de julho na cancha do Travessão Divisa. A premiação oficial do 12º Municipal Feminino de Bochas de Nova Pádua foi realizada no último sábado, dia 05 de dezembro, no salão paroquial de Nova Pádua. 

Equipe conquistou o heptacampeonato ao vencer o Bonito nos pontos
Filha de Regina Canin e Ângelo Pilatti, Teodora Pilatti Morandi nasceu no dia 07 de junho de 1923, no Travessão Barra, onde residiu até o final da década de 1940, quando casou-se com Joaquim Morandi. 

O casal teve 14 filhos: Sabrina, Clélia, Adelina, Laurindo, Severino, Rosalino, Inês, Ida, Regina, Agustinho, Lourenço, Nestor (in memoria), Edite e Odir. Teodora faleceu no dia 19 de julho de 2012, aos 89 anos. 

No dia 21 de novembro, Nova Pádua e Bonito fizeram a final da competição. As duas equipes empatam em 2 x 2 e pela diferença de dois pontos, o Nova Pádua conquistou o título e sagrou-se heptacampeão.

Vezzaro (E) e Alessi (D) foram os treinadores da equipe
A premiação contou com a presença de atletas, técnicos e dirigentes das quatro equipes que participaram do certame. A expectativa é que mais equipes participem desta competição no próximo ano.

Classificação Final
Campeão: Nova Pádua
Vice-Campeão: Bonito
3º Lugar: Curuzu
4º Lugar: Mutzel

Por: Maicon Pan

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

Morro do Sabiá é tetracampeão

O sábado, 05 de dezembro, também foi de final para os bochófilos. Morro do Sabiá e São Paulo decidiram o título do Integração de Bochas entre Flores da Cunha e Nova Pádua. 

Na final realizada na cancha do São Cristóvão, em Flores da Cunha, a equipe do Morro do Sabiá venceu o São Paulo por 4 x 1 e sagrou-se tetracampeão no Integração de Bochas.

Morro do Sabiá chegou ao 4º título da competição
A equipe do Morro do Sabia teve uma campanha com três derrotas e quatro vitórias. Em todas as fazes prevaleceu o mando de cancha quando sempre venceu cinco partidas. 

 Com o título, o Morro do Sabiá tornou-se o maior vencedor da competição com quatro conquistas. O certame iniciou em outubro, reunindo quatro equipes de Nova Pádua e doze de Flores da Cunha.

Campanha do título 
1ª Fase 
Paduense 4 x 2 Morro do Sabiá 
Morro do Sábia 5 x 0 Paduense 

Quartas de Final 
Morro do Sabiá 5 x 1 Curuzu 
Curuzu 3 x 1 Morro do Sabiá 

Semifinal 
São José 4 x 2 Morro do Sabiá 
Morro do Sabiá 5 x 0 São José 

Final 
Morro do Sabia 4 x 1 São Paulo 

Por: Maicon Pan

sábado, 5 de dezembro de 2015

Nova Pádua conquista o título inédito

Na tarde deste sábado, 05 de dezembro, a equipe do Nova Pádua conquistou o título do 23º Municipal de Futebol de Campo de Nova Pádua – Taça Vasco Araldi. Depois do empate em 0 x 0 no tempo normal, a equipe do Nova Pádua venceu o Cerro Largo nas penalidades máximas pelo placar de 4 x 1. 

O jogo foi truncado e sem muitas chances de gol. Num campo de dimensões menores, a marcação levou vantagem sobre os homens de criação e os atacantes. 

Na primeira etapa, a primeira chance apareceu aos doze minutos. Duda cruzou e Marcio cabeceou rente ao posto do goleiro Cesar. A equipe do Cerro Largo respondeu aos 27 minutos quando perdeu a grande chance do jogo. Depois da cobrança de escanteio, a bola sobre para Vagner que chutou para grande defesa de Ronaldo. 

Aos 41 minutos, Leonardo cobrou falta para o Nova Pádua. A bola foi chutada na direção do gol e o goleiro Cesar que saia para interceptar o cruzamento por pouco no foi surpreendido. Aos 42 minutos, Marcio recebeu no bico da grande área e chutou para firme defesa de Cesar. 

Se o primeiro tempo não teve muita emoção, a segunda etapa conseguiu ser pior, a não ser pelas lesões que tiraram vários jogadores da partida. 

O único lance de perigo foi aos 45 minutos quando Duda cobrou a falta do meio de campo para a área do Cerro Largo e a bola bateu no Travessão de Cesar, mas o árbitro já tinha apitado o fim da partida. 

Na cobrança de pênaltis o Nova Pádua levou a melhor e venceu por 4 x 1. Ricardone, Duda, Negão e Clademir marcaram para a equipe da sede. Leonardo marcou para o Cerro Largo, mas o goleiro Ronaldo defendeu as cobranças de Vagner e Max. 

Lucas Barcaro, do Paduense, foi o goleador da competição com 9 gols marcados. Willian Menegat, também do Paduense, recebeu o troféu de goleiro menos vazado da competição com oito gols sofridos.

Neusa, Nádia e Neomar, filhos do homenageado Vasco Araldi, fizeram a entrega do troféu de campeão ao capitão do Nova Pádua Ronaldo Boniatti e ao atleta Gabriel Araldi, neto do homenageado. 

Classificação final 
Campeão: Nova Pádua 
Vice-Campeão: Cerro Largo 
3º Lugar: Paduense 
4º Lugar: São José

Arquivo Fotográfico da Final:






Por: Maicon Pan

sexta-feira, 4 de dezembro de 2015

Final entre Cerro Largo e Nova Pádua vale o título inédito

Depois de eliminarem São José e Paduense teoricamente os favoritos para decidirem o título, é prudente afirmar que Cerro Largo e Nova Pádua tem condições de conquistar o título da competição. 

Por ter melhor campanha somando a fase classificatória e a semifinal (17 pontos do Cerro Largo contra 16 do Nova Pádua) a final será realizada no próximo sábado, 05 de dezembro, no Travessão Cerro Largo. 

Nos dois confrontos entre as duas equipes, a equipe do Cerro Largo estreou na competição vencendo o Nova Pádua por 1 x 0. No último jogo da 1ª fase, as equipes ficaram no 0 x 0 jogando na sede do município. 

Nas semifinais, Cerro Largo e Nova Pádua proporcionaram duas surpresas. No clássico da sede, o Nova Pádua venceu o atual campeão por 2 x 1 e o Cerro Largo eliminou o São José nas penalidades máximas depois do empate em 1 x 1 no tempo normal. 

A equipe do Cerro Largo chega a final com uma campanha de cinco vitórias, dois empates e quatro derrotas. Marcou 20 gols e sofreu 16. Vagner é o artilheira da equipe com sete gols marcados. 

Para a final, o técnico André Morandi terá todos os titulares a disposição. Depois de perder a final da 2ª divisão em 2010, 2012 e 2013, a equipe busca o título inédito do futebol paduense. 

Com campanha muito parecida, a equipe do Nova Pádua tem cinco vitórias, um empate e cinco derrotas. Balançou as redes 19 vezes e sofreu 15 e com os mesmos 4 gols de saldo do adversário da final.  Marcio é a esperança de gols.

O técnico Lucas Costa terá o desfalque do meio campista Cristian Menegat que recebeu o 3º cartão amarelo na semifinal. Outra dúvida é quanto à escalação do zagueiro e volante Mateus Bachi.

Assistindo aos jogos de Cerro Largo e Nova Pádua, o Blog Piccolo Esportivo montou a provável escalação das equipes para a decisão. A melhor estratégia e os atletas que iniciam a final fica por conta dos treinadores.

Cerro Largo: 
Cesar, Eduardo, Leonardo, Mateus e Balardin. Eder, Joel, Evandro e Willian. Max e Vagner. 

Nova Pádua: 
Ronaldo, Diogo, Dandi, Ricardone e Bunai. Matheus, Dirceu, Mumu e Duda. Clademir e Marcio. 

Por: Maicon Pan

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Homenagem ao desportista Vasco Araldi

A 23ª edição do Municipal de Futebol de Campo de Nova Pádua chega ao fim no próximo sábado, dia 05 de dezembro, quando as equipes do Cerro Largo e Nova Pádua fazem a final da competição. 

Neste ano, o certame presta uma homenagem ao desportista Vasco Araldi, indicado pela equipe do Paduese, como forma de reconhecer a sua atuação como um dos fundadores da equipe da sede do município. 

Vasco Araldi nasceu no dia 23 de setembro de 1922, no Travessão Paredes. Casou-se com Zenaide Sonda Araldi com quem teve cinco filhos: Teresinha (in memória), Norberto (in memória), Neusa, Nádia e Neomar. Vasco faleceu no dia 07 de abril de 2009, aos 87 anos. 

Por: Maicon Pan

Morro do Sabia e São Paulo fazem a final do integração de bochas

No sábado, 05 de dezembro, chega ao fim mais um integração de bochas que foi disputado entre equipes de Nova Pádua e Flores da Cunha. 

No último final de semana a equipe do Morro do Sabia garantiu presença na decisão do certame para enfrentar o São Paulo, vice-campeão do municipal de Flores da Cunha. 

A final será realizada na cancha do São Cristovão a partir das 14:00 horas. O local da foi uma decisão tomada em comum acordo entres as equipes finalistas. 

Resultados das Semifinais 
Nova Veneza 3 x 3 São Paulo (2 x 4)
Morro do Sabia 5 x 0 São José (2 x 4

Final 
Em São Cristovão - Morro do Sabia x São Paulo 

Por: Maicon Pan

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015

A expectativa dos técnicos para a final

Seja no futebol e em toda prática esportiva de alta performance há sempre a figura do treinador, que não entra em campo, mas que não pode ser chamado apenas de coadjuvante nas conquistas. 

No próximo sábado, dia 05 de dezembro, André Morandi e Lucas Costa estarão comandando as equipes do Cerro Largo e Nova Pádua em busca do título do Futebol de Nova Pádua. Na tarde desta quarta-feira, o blog Piccolo Esportivo entrou em contato com os dois técnicos para conversar sobre as suas expectativas para a decisão. 

Surpreende o fato de Cerro Largo e Nova Pádua estarem na final? 
André: Eu acreditava e acredito no meu grupo de trabalho. A turma é muito comprometida e sempre esteve focada no objetivo. O Cerro Largo teve algumas dificuldades durante a competição, mas superou essas adversidades chegando a final. 

Lucas: Não me surpreende pelo fato de conhecer os atletas e a comissão técnica. Todos estão engajados na conquista deste título. 

Qual é o ponto forte do Cerro Largo e do Nova Pádua? 
André: É uma equipe comprometida, que tem união e não desiste nunca. Na hora das dificuldades não baixamos a cabeça. Sempre cobrei e mostrei que o grupo tinha condições. 

Lucas: Nosso ponto forte é a coletividade. Não temos talentos individuais, mas um grupo de bons jogadores e fazem com que a nossa equipe consiga marcar forte e ter qualidade com a posse de bola. 

O que mais chama a atenção na equipe adversária? 
André: Nos dois jogos da 1ª fase contra eles, o Nova Pádua não estava completo. Eles têm um meio de campo de muita qualidade com o Duda e o Ito Soldatelli. No ataque, o Marcio é um atleta que sabe jogar e de boa finalização. O Ronaldo se destaca pela liderança e o Mateus Bachi tem muita qualidade. 

Lucas: A equipe do Cerro Largo se destaca na marcação, com jogadores de raça e imposição física. Além disso, tem um contra ataque rápido e de qualidade. 

Em que momento a equipe encaixou dentro da competição? 
André: Foi no returno quando vencemos a equipe do Loteamento Jorge Baggio em casa. A partir daquele jogo, consegui repetir a escalação e a equipe foi crescendo de produção. Estamos invictos desde então. 

Lucas: Como o time foi criado dias antes de iniciar a competição, não deu tempo para treinar e é natural que nos primeiros jogos a equipe errou bastante. Na medida em que os jogadores foram conhecendo as características dos companheiros e a forma de jogar da equipe, as coisas foram se encaixando e os resultados aparecendo. 

A decisão no campo do Travessão Cerro Largo: 
André: A minha equipe tem a melhor campanha e por isso decide em casa. É sempre importante decidir ao lado da torcida. A nossa equipe tem rendimento melhor quando joga em gramados com dimensões menores, uma vez que a nossa condição física não é a ideal e por isso facilita a nossa marcação. 

Lucas: A equipe do Cerro Largo esta mais familiarizada com as características do gramado, terá o apoio do torcedor, entre outros fatores. Viemos de uma batalha difícil também “fora” de casa e obtivemos êxito. Agora é esquecer o fator campo e buscar a vitória. 

O que você espera da final? 
André: Já estou estudando qual a melhor escalação para a decisão. Será uma final equilibrada. Da nossa parte não faltará vontade e empenho para buscar esse título que será importante para que a equipe do Cerro Largo continue disputando essa competição. Vamos dar o nosso máximo.

Lucas: Acredito que será um jogo duro, bastante truncado e com as duas equipes marcando forte para não correr riscos na defesa. Jogos assim se decidem no detalhe. Espero que nossa defesa e atacantes estejam num dia inspirado para que possamos conquistar esse título.

A presença de um treinador, altamente capacitado, com uma visão externa ao campo de jogo é algo tão importante quanto o talento dos seus atletas. Boa sorte aos treinadores e obrigado por concederem a entrevista. 

Por: Maicon Pan

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Artilharia ainda esta em aberto

Contabilizando os dois jogos das semifinais, as redes balançaram 116 vezes no Municipal de Futebol de Nova Pádua - Taça Vasco Araldi. 

Mesmo fora da final, até o momento, a equipe do Paduense tem o artilheiro da competição. Lucas Barcaro marcou 9 vezes. Como o atual campeão deu adeus à competição, Lucas torce para que os concorrentes não marquem na final.

Cerro Largo e Nova Pádua têm atletas na disputa do troféu de artilheiro. Vagner Molon, do Cerro Largo, e Marcio Dalavechia, do Nova Pádua, marcaram sete gols cada e farão uma disputa particular na final. 

Vagner e Marcio são a esperança de gols para as equipes finalistas. A decisão acontece no sábado, 05 de dezembro, no campo do Travessão Cerro Largo a partir das 16h30min. 

Corrida pela artilharia: 
Lucas Barcaro (Paduense) – 9 gols 
Vagner Molon (Cerro Largo) – 7 gols 
Marcio Dalavechia (Nova Pádua) – 7 gols 

Por: Maicon Pan