Agora...

00:00:00

sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

Copa Vales da Serra inicia no domingo

A segunda edição da Copa Vales da Serra contará com a presença de oito equipes da região. A competição é alusiva ao aniversário de emancipação política de Nova Pádua. 

O certame começa neste domingo, 1º de março, reunindo os campeões municipais e vices do ano passado das cidades de Antônio Prado, Flores da Cunha, Nova Pádua e Nova Roma do Sul. 

As equipes poderão utilizar somente atletas que disputaram a última competição oficial em seu município. O torneio será disputado em turno único, classificando-se para a final as duas equipes melhores colocadas de cada grupo. 

A equipe do Paduense estreia em casa contra o Fagundes Varela de Nova Roma do Sul. O Ferroviário vai até Nova Roma do Sul para fazer uma reedição da final da Copa Libertadores do Nordeste contra o Paranaguá. 

GRUPO A 
Paduense – Campeão de Nova Pádua 
Fagundes Varela – Vice-campeão de Nova Roma do Sul 
União – Vice-campeão do Interbairros de Flores da Cunha 
Botafogo – Campeão de Antônio Prado 

GRUPO B 
Paranaguá – Campeão de Nova Roma do Sul 
Ferroviário – Vice-campeão de Nova Pádua 
São Gotardo – Campeão do Interbairros de Flores da Cunha 
Os Moleques – Vice-campeão de Antônio Prado 

Jogos da 1ª Rodada
Dia 1º de Março – Em Nova Pádua
16:00 horas - Paduense x Fagundes Varela (A)

Dia 1º de Março - Em Nova Roma do Sul
16:00 horas - Paranaguá x Ferroviário (B)

Dia 11 de Março – Estádio Homero Soldatelli - Em flores da Cunha
19:30 - Bairro União x Botafogo (A) 
21:30 - São Gotardo x Os Moleques (B) 

Por: Maicon Pan

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Libertadores do Nordeste terá 14 equipes

Com início previsto para o dia 21 de março, a 16ª edição da Copa Libertadores do Nordeste Gaúcho terá a participação de 14 equipes, representando 12 cidades da nossa região. 

O atual tricampeão da competição, o Ferroviário esta no grupo A, ao lado de equipes importantes como Aliança, Barracão, Linha Brasil e Nova Petrópolis. 

O único representante de Nova Pádua dará o pontapé inicial da competição no dia 21 de março contra o S.C. Santa Cruz de Bom Jesus. O jogo acontece no campo do Travessão Curuzu. 

Organizada pela Liga Serrana de Futebol, a Libertadores do Nordeste Gaúcho é o maior campeonato Regional do Estado. 

Chave A                                        Chave B 
Ferroviário - Nova Pádua                  Paranaguá - Nova Roma do Sul 
S.C. Santa Cruz - Bom Jesus          Nova Petrópolis - (mesma cidade)
Linha Brasil - Nova Petrópolis          Rosário - Pinto Bandeira 
E.C. Barracão - Bento Gonçalves     E.C. Cavaleiros - Vacaria 
E.C. Real Madri - Vacaria                G.E Independente - Flores da Cunha 
Aliança F.C. - Caxias do Sul            C.A. Pradense - Antônio Prado 
Liga São Marquense - São Marcos   Botafogo F.C. - Fagundes Varela 

Por: Maicon Pan

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

EquiFortaia vence a gincana da Feprocol

Durante os dois finais de semana da 13ª Feprocol de Nova Pádua era comum avistar alguém usando camisa amarela da EquiFortaia pelas ruas do município e pelas estantes da festa. 

Outra marca da EquiFortaia foi o QG, localizado na Avenida dos Imigrantes. A música e a animação dos integrantes contagiavam os visitantes e quem passasse pelo local.

Foto: Letícia Pan Fotografia
Com uma pontuação de 2569 pontos, a EquiFortaia venceu a gincana da 13ª Feprocol com 412 a mais do que a vice-campeã, a Equi Dei Monti, que somou 2157 pontos. 

Conforme um dos líderes da equipe, Guto Sonda, o prêmio em dinheiro no valor de R$ 1.000,00 (mil reais) será doado para um orfanato da região. 

Classificação Final                         Pontuação 
Campeão: EquiFortaia                     2569 pontos 
Vice-Campeão: Equi Dei Monti        2157 pontos 
3º Lugar: EquiSbricion                     1986 pontos 
4º Lugar: EquiMati                          1794 pontos 

Por: Maicon Pan

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

2º Moto Pádua promete muita ação

A 13ª edição da Feprocol terá uma programão repleta de atrações. No segundo final de semana será realizado o 2º Moto Pádua.

A abertura do evento acontece no dia 21 de fevereiro, a partir das 10h00 horas da manhã. As 14h00 horas acontece a apresentação do 2º Moto Pádua e Show com Jonny Preslei. 

Foto: Folder Divulgação
 No final da tarde, as 16h00 horas, acontece o Show de Manobras Radicais Força e Ação de São Paulo. O evento tem o apoio da TRP Marketing Esportivo. Mais informações pelo fone (54)81112439. 

Por: Maicon Pan

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2015

A trajetória da Vêneto Transportes Ltda.

Patrocinadora do blog Piccolo Esportivo desde 2013, a Empresa Vêneto Transportes teve uma história de lutas e dificuldades. Rui Vanzin, proprietário da empresa, nasceu no Município de Nova Roma do Sul. Filho de Valeriano Vanzin e Elidia Appio Vanzin, Rui é o 5º filho de uma família de 12 irmãos.

Foto: Vêneto foi sua trajetória em 1987, em São Paulo
A família sempre trabalhou na agricultura. As terras da família ficavam longe da residência, o que dificultava a produção de várias culturas. “A situação econômica era bem difícil. Na mesa sempre tinha polenta e de vez em quando um franguinho na panela”, lembra Rui. 

Rui permaneceu trabalhando com os pais até 16 anos. Neste período, cursou o Ginásio em Nova Roma do Sul. “Caminhava 14 km entre a residência dos meus pais até a escola no centro do Município”, lembrou o empresário de 57 anos.

Foto: trajetória da Vêneto Transportes, que iniciou do ano de 1987
Aos 16 anos Rui foi trabalhar numa família em Farroupilha. Sulfatava os parreirais durante o dia e a noite ainda encontrava animo para cursar o 2º grau no Colégio São Tiago. 

Em 1975, aos dezoito anos, Rui mudou-se para Caxias do Sul para trabalhar na Expresso Javali com a irmã Nair. “Na primeira entrega como ajudante descarreguei 12 mil kilos de lingotes de alumínio manualmente na Empresa Eberle”, recorda Rui que morava com outros irmãos numa república na Rua Marquês do Herval, próximo ao Hotel Real.

Foto: A Vêneto destaca-se pelo seu profissionalismo
Durante a conversa, Vanzin lembrou-se de outra história descontraída de quando trabalhava como office-boy na Expresso Javali. O gerente pediu que colocasse as faturas dos clientes no correio, mas Rui passou a tarde entregando-as pessoalmente em cada empresa.

“Como ainda não conhecia a cidade de Caxias do Sul, pedia informações para fazer a entrega dos documentos” sorriu Vanzin, que no tempo de lazer cuida da plantação de uvas e produz o seu vinho na chácara no Município de Nova Pádua.

Foto: Rui, na produção do vinho Dom Valeriano
Em 1978, Rui iniciou a pós-graduação em Administração de Empresas na Universidade de Caxias do Sul. No dia 8 de agosto, quando completava 21 anos, Vanzin foi convidado para gerenciar a filial da Expresso Javali em São Paulo. “Foi uma decisão muito difícil. Era como fazer um intercambio para outro país nos dias de hoje. Deixei a família e amigos para morar num estado onde não conhecia ninguém”, destaca ele, que viajou com um motorista da empresa para o centro do país.

Em 1982 prestou vestibular para Direito FIG – Faculdade Integrada de Guarulhos. Rui saiu da Expresso Javali em 1985 para montar a Treviso Transportes com outro sócio. Em janeiro deste ano, Rui casou-se com Anita Menegat Vanzin com quem teve três filhos: Natália, Mateus e Eduardo. A sociedade da Treviso Transportes rompeu-se em 1987, ano em que Rui concluiu a graduação em Direito.

Foto: Rui recebendo o carinho dos filhos Natalia, Mateus e Eduardo
Em 1987 inicia a trajetória da Vêneto Transportes. No início, a empresa realizava apenas serviços municipais em São Paulo. O primeiro carro foi uma kombi cabrita que fazia a entrega de máquinas de costura. Com o passar dos anos a empresa foi crescendo e conquistando novos clientes como a Metalúrgica Matarazzo que fabricava latas de cerveja e óleo de soja. 

Em 1993 a transportadora abriu a filial em Caxias do Sul e de imediato conseguiu uma parceria com a Empresa Marcopolo que permanece como cliente até hoje. Com o passar dos anos a empresa abriu novas filiais em Curitiba, Rio de Janeiro, Porto Alegre e em 2010 em Campinas. Todas as filiais tem sua sede própria. Hoje, entre as seis filiais espalhadas pelo Brasil, a transportadora conta com 760 colaboradores.

Foto: Filial de Caxias do Sul foi inaugurada no ano de 1993
De acordo com Rui, a Vêneto Transportes é reconhecida por assumir seus compromissos profissionais. Ainda segundo ele, a insegurança é uma das maiores preocupações enfrentadas pelos empresários e motoristas que fazem o transporte pelas estradas de todo o Brasil.

Foram muitos anos de trabalho, que proporcionaram a Vêneto Transportes ser reconhecida principalmente por valorizar os clientes e funcionários com respeito. “A Vêneto procura em primeiro lugar ser uma empresa honesta e transparente em tudo o que faz”, frisou.

Foto: Vêneto Transportes conta com 6 filiais e 760 colaboradores
Rui não demonstra nenhum arrependimento. “Tudo valeu a pena. Acordaria amanhã e começaria tudo de novo”, finalizou Rui Vanzin. 

Um apaixonado por “trisete” 
O nome parece um tanto estranho, mas o “trisete” é um jogo de baralho trazido pelos imigrantes italianos e ainda muito jogado nos dias de hoje. O trisete é jogado entre duplas ou trios e vence quem somar 41 pontos.

Rui com a esposa Anita. Além do futebol, o "trisete"
É comum encontrar Rui em sua casa ou chácara concentrado jogando “trisete” com seus amigos, familiares, funcionários e vizinhos. Quando o jogo esta encrespado, Rui larga umas e outras do tipo: “Sorte que te si livianeto par portarte” (sorte que você é levezinho para te carregar), sinal de que o parceiro de jogo não fez a melhor jogada. 

Com seu carisma e bom humor, Rui Vanzin é uma pessoa humilde, que gosta muito ter os amigos por perto. O blog Piccolo Esportivo tem a satisfação de ter a Empresa Vêneto Transportes como patrocinadora e espera que a parceria continue por muitos anos. 

Por: Maicon Pan 
Fotos: Divulgação